III DENIGRA JF

III DENIGRA JF
cultura preta música afro atitude consciente black style resistente

A terceira edição do evento “Denigra JF” vem com tudo e muito mais em nova locação, no Diversão & Arte – Espaço Cultural.

O objetivo é o mesmo: reunir os representantes da cultura negra em Juiz de Fora, para divulgar e vivenciar a cultura afrodescendente na cidade. Trata-se de um dia de promoção da cultura, amizade, empreendedorismo e muita alegria!

>>>> Ingressos antecipados a venda na Livraria Cadori!
Promocional: R$10,00
Compre na: LIVRARIA CADORI: Braz Bernardino, 199 – LJ 107 – Centro – JF – “Galeria Pátio Central” – Ao lado do Braz Shopping

>>>>> Na Hora: R$ 20,00

III Denigra JF
Domingo – 10/12/17
A partir das 13h
Local: Diversão & Arte – Espaço Cultural
(Rua Halfeld, 1322 – Centro – em frente ao colégio Academia)
Música – Arte – Dança – Moda – Exposição – Poesia – Feira Afro

**** ATRAÇÕES CONFIRMADAS:

música preta atitude black :
Zé do Black • DJ U Miranda • Pri Moreira • Zangão • RT Mallone • Zumbreak Kingz • Remiwl Street Crew • Mc Carola • Charmosas do Tamborim • Gilbert Salles • Felipe Stain • Miriam Rosa • Ciça Liberdade • Heloísa Mendes • Vozes do Equilíbrio: Lavínia e Jaiane • Dois C’s • Bê e Jeffrey Lion

cultura preta atitude consciente :
– Exposição Afrobrasilidades
Curadoria: Fabiana Gomes / Coordenação: Nubia Schubert

– Coletivo Praxis Negra • Coletivo Petrinas • Coletivo WAV • Revista O Lacre • Denise DNS

black style afro consciente :
Griot • Obá • Art’s da LeLê • Cad’ori Livraria • Coisas de Marte • Ousadia Negra • Negra Mulher Bella • Cabeça Feita • Alyndafro • Art Stain
+ Comidinhas e Bebidinhas

Por que Denigra?
Denegrir: Tornar negro;
Fazer da invisibilidade presença;
Realinhar nosso olhar para nossa ancestralidade;
Denigra!
Faça do futuro do presente,
um pretérito mais que perfeito!
Denigra JF!

“A palavra denegrir, ou seja , tornar-se negro tem sentido pejorativo exatamente por que ela expressa o racismo linguístico presente em nossas relações. E no seu questionamento isso se torna muito claro: tornar-se negro é estar imaculado, impuro, manchado, sujo?
É contra isso que lutamos, lutamos para reverter esse sentido. O nome foi cuidadosamente escolhido exatamente para trazer à tona a reflexão sobre esses significados. Denegrir JF é o que desejamos, torna-la negra, provocar o reconhecimento positivado da nossa ancestralidade.”
(Giovana Castro – comissão organizadora DENIGRA JF)

Realização:
Denigra JF

Apoio:
Siloé Alimentos, Divulga Arte Produtora e Construtintas

Informações:
(32) 98875-0305 | 98860-9080 | 99917-1633
(32) 3025-0259 / 3084-6363 | Divulga Arte Produtora